terça-feira, 11 de junho de 2013

CAPÍTULO 8

Demi sentiu a consciência retornar aos poucos, sensações novas percorrendo seu corpo deliciosamente pesado e relaxado. Então, tornou-se ciente do fato de que não estava mais aconchegada ao corpo de Joe, com as pernas e braços dele protetoramente ao seu redor. Ela sorriu. Não tivera ideia que fazer amor poderia ser assim. Estendeu uma mão, esperando sentir um corpo grande e sólido, mas a cama estava vazia ao seu lado. Demi abriu os olhos e piscou contra a luz do dia penetrando as janelas. Quanto tempo tinha dormido?
Sentando-se, olhou para o outro lado do quarto. Joe estava sentado numa cadeira, observando-a na cama. Demi sorriu de modo hesitante, sentindo-se tímida.
Bom dia.
Joe não respondeu, apenas continuou observando-a. Um mau presságio enviou um calafrio pela coluna de Demi. O ar no quarto estava gelado, e ela não tinha ideia por quê. Seu sorriso desapareceu.
Joe...?
Com movimentos flexíveis, ele levantou-se e foi para a janela, onde olhou para fora por um longo momento, as mãos nos bolsos. Vendo que ele estava totalmente vestido, de terno e gravata, Demi cobriu mais os seios com o lençol.
Ele virou-se então, olhando-a fixamente. Qualquer traço de carinho e paixão desaparecera. O semblante de Joe estava hostil, como se ela tivesse acabado de insultá-lo. E então ele falou:
Meu nome completo não é Joe... embora a família e os amigos usem a abreviação para me chamar. É Joseph. Joseph Jonas.

Por um momento, Demi não teve reação. Como se alguma coisa a estivesse protegendo. Então começou a absorver a importância daquelas palavras. O nome. Não podia ser. O ar esvaiu-se de seus pulmões.
Ouviu-se perguntar com fraqueza:
O que disse?
Você me ouviu.
Ela balançou a cabeça, enquanto suas mãos agarravam o lençol. Sentia-se desnorteada.
Você é irmão de Selena?
Muito bem.
Demi não podia entender a animosidade dele. E o fato de que esse homem estava trazendo de volta o terrível pesadelo daquela noite e a dura realidade da vida dela para aquele quarto era incompreensível.
Você sabe quem eu sou? Obviamente ele sabia, mas ela se sentiu compelida a perguntar.
É claro que sei, Demetria. A voz dele era zombeteira, confundindo-a ainda mais. Eu sabia quem você era mesmo antes de sermos apresentados. Fui àquela boate especialmente para encontrá-la.
Ela balançou a cabeça de novo.
Mas por quê... por que você não me contou quem era? Alguma emoção indecifrável cruzou o semblante dele, antes que a máscara dura voltasse ao lugar.
Porque eu queria vê-la pessoalmente. A irmãzinha de Taylor Lovato, o homem que pretendia se casar com minha irmã em Las Vegas na véspera do aniversário de 25 anos de Selena, de modo que pudesse reivindicar a fortuna dela antes de cruelmente dispensá-la.
Demi empalideceu. Somente descobrira sobre os planos de Taylor  no dia do acidente. Lembrava-se de tê-lo repreendido, perplexa que ele faria uma coisa daquela. Ele rira diante de seu rosto. E então, naquela noite...
Você sabia.
Ele viu a reação dela, e a voz era implacável e condenatória. Demi encontrou-lhe os olhos, tudo girando ao seu redor.
Sim, mas...
Joseph afastou-se da janela com um movimento violento, impedindo-a de continuar. E Demi surpreendeu-se em como já estava pensando nele como Joseph. Joe se fora há muito tempo.
Sim, mas nada. Você sabia e participou dos planos de seu irmão. Diga-me, você era a confidente perfeita de Selena? Dizendo-lhe o quanto seu irmão a amava, preparando-a para a queda?
Demi arregalou os olhos.
Não. Eu não sabia o que Taylor  estava planejando... não até a semana passada, juro. Eu gostava de sua irmã...
Dor a percorreu porque fracassara em ajudar... entretanto, não tivera tempo suficiente. Joseph avançou em direção à cama e ela se encolheu ainda mais. Ele praguejou em italiano.
É claro que você gostava de minha irmã, senhorita Lovato. Ela representava sua passagem para um futuro em que você nunca mais precisaria se preocupar com dinheiro. Ele estalou os dedos. E os débitos de seu irmão desapareceriam num instante.
Quando ele a chamou de senhorita Lovato, ela sentiu o coração encolher dentro do peito. Podia ver agora a semelhança dele com Selena. Notara na noite anterior, mas, é claro, não tivera um referencial para aquilo.
Demi ajoelhou-se na cama, segurando o lençol ao seu redor com ambas as mãos. Ainda não compreendia bem aquilo. Sua cabeça girava com muitas questões.
Eu não entendo.
Quer que eu a ajude entender?
Demi engoliu em seco. Ele parecia tão intimidador. Totalmente diferente do homem que se tornara seu primeiro amante.
Assim que seu irmão percebeu que Selena era herdeira de uma parte substancial da fortuna Jonas, perseguiu-a com o único objetivo de roubar-lhe a riqueza.
Demi estremeceu, mas ele continuou:
Taylor  apresentou-lhe as drogas para torná-la mais maleável, para torná-la dependente dele. E, enquanto isso, ele me mantinha ocupado em casa com uma falsa oferta de compra da empresa, assegurando-se de que eu não viesse ver minha irmã. Joseph deu uma risada irônica. Afinal, ela estava aqui trabalhando... uma mulher adulta, sempre me dizia, capaz de cuidar de si mesma. Por que eu deveria me preocupar?
Demi sentiu-se nauseada. Testemunhara as ações de seu irmão. O que Joseph falava não a surpreendia, mas ela não soubera que Taylor  tinha influenciado Selena tanto assim. Só vira Selena ir e vir, passar a noite algumas vezes. Ela parecia doce, e feliz. Fora quando ele revelara seus planos que Demi começara a ver Selena como uma vítima em potencial. E tal revelação chegara tarde demais.
Demi engoliu em seco.
Se você sabia disso...
Esse é o problema. A expressão dele era mortalmente fria. Eu não sabia. Até que descobrimos que a oferta de comprar as ações da firma era falsa. Imediatamente suspeitei que ele estava aprontando alguma coisa, e também percebi que ele era o novo namorado de Selena. Coloquei um investigador para descobrir o que estava acontecendo com ela e seu irmão.
Então é por isso que você me conhecia disse Demi, chocada.
Ele não respondeu.
Seu irmão sempre buscou namoradas ricas, mas estava endividado e desesperado quando conheceu Selena. Infelizmente, quando descobri tudo isso e cheguei a Londres... era tarde demais..

 ---------------------------------------------------------------------------------------------------------
Oi tá aí mais um capítulo, bom tenho uma notícia para vocês, estou muito ocupada tanto na faculdade, quanto no trabalho, e hoje me inscrevi em um curso da empresa que serão nos dias de quinta e sexta ou seja estou com menos tempo ainda, vou parar de postar? não, mais nesses dois dias só poderei postar durante a noite, quando estiver na faculdade, tudo bem? e vou voltar a malhar nos fins de semana que foi o tempo que restou para cuidar de mim e meu amado. comentem!          

5 comentários:

  1. AI MEU DEUS!!!!
    perfeito
    posta maiss :)

    ResponderExcluir
  2. ta muuito tenso coitadinha da demi, posta logo pleease, xo

    ResponderExcluir
  3. posta mais!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  4. cadê vc? posta mais, coitada da demi ela soube o que o irmão ia fazer, mas não teve como ajudar a sel. Tô vendo que o joe vai maltratar muito a demi antes de descobrir que ela não tinha nada haver com o plano do irmão.

    ResponderExcluir