sábado, 22 de junho de 2013

CAPÍTULO 24


Demi tinha observado a sombra do pequeno avião dançando sobre o mar Mediterrâneo abaixo, antes que eles aterrissassem na ilha de Sardenha, no aeroporto de Alghero.
As palavras de Joseph na noite anterior, a ambivalência dele em relação ao bebê e sua própria vulnerabilidade tinham feito Demi fechar-se em si mesma num mecanismo de defesa.
Ele lhe dissera que a propriedade da família ficava localizada perto das ruínas de Tharros, na costa oeste.
Um jipe com motorista os esperava no aeroporto e o sol da tarde batia na cabeça de Demi.
Após dirigir por aproximadamente quarenta minutos, o motorista, Tommaso, virou numa estrada estreita ladeada por árvores altas, formando uma sombra misteriosa. Eles viraram à direita, em direção à costa. Um enorme conjunto de portões de ferro apareceu e se abriu, como se por mágica, quase escondido pela densa folhagem e buganvílias coloridas. Eles emergiram num pátio completo com uma fonte, sua água cristalina jorrando numa piscina baixa. Flor de lótus flutuava na água calma.
A casa apareceu então, surpreendendo Demi com sua discreta elegância. Ela não sabia ao certo o que esperara. Sua experiência com milionários restringia-se às pessoas que competiam para viver de maneira mais ostentosa possível. Eles pararam, e Demi desceu antes que Joseph pudesse rodear o carro para abrir sua porta. Sentia-se nervosa e queria fugir de qualquer possível contato físico com ele.
Ela olhou para a casa, com janelas que iam do chão ao teto, cortinas brancas esvoaçando gentilmente com a brisa quente. Uma varanda ampla abraçava o exterior da propriedade, rodeando toda a frente e lateral da construção, e um gramado exuberante descia para onde Demi supunha estar o mar. Ela podia ouvir o barulho das ondas quebrando por perto, e uma onda de emoção a envolveu com o som.
Aquilo era uma das coisas que sentia falta em Londres. A casa de sua família em Dublin ficava ao sul da cidade, na costa, mas Taylor não perdeu tempo em vendê-la, assim que seus pais haviam falecido. Demi cresceu com o barulho do mar à sua porta, e fazia tanto tempo que não o ouvia que agora uma onda de nostalgia a envolveu.
Joseph a estudou. Ela estava evitando seu olhar, mas ele sabia que Demi tinha consciência de sua presença. Ela evitara olhá-lo durante o dia inteiro, o que o irritara. Não estava acostumado com mulheres ignorando-o. A blusa cinza banal sobre o short preto que Demi usava também o irritava, demonstrando que ela estava determinada a representar aquela farsa.
A atenção de ambos foi tomada por um enorme cachorro branco que veio correndo na direção deles.
Demi viu o cão parar ofegante a poucos metros de distância. Agindo por instinto, agachou-se sobre um joelho, batendo na grama com sua mão. O cachorro aproximou-se, e ela acariciou-o, deleitando-se na maciez do pelo branco, um sorriso genuíno no rosto bonito.
Quem é você? Você não é lindo?
O nome dele é Doppo. Era o cachorro de Selena. Ele normalmente não se aproxima de estranhos.
Ela olhou para cima para ver Joseph com uma expressão dura no rosto. A menção de Selena causou-lhe um aperto no peito. Ele obviamente não gostou que ela tivesse uma conexão imediata com o cachorro. Talvez preferisse que Doppo lhe arrancasse um membro? Silenciosamente, Demi agradeceu ao cão por aceitá-la.
Ignorando Joseph, voltou a alisar o pelo do cachorro, sussurrando.
Doppo. Acho que você e eu seremos amigos. Joseph observou quando Demi endireitou o corpo, e teve de reprimir uma estranha emoção. Demetria Lovato tinha atitudes muito contraditórias para seu gosto, e, quanto antes ele a colocasse num lugar onde saberia o que esperar, melhor. Segurou-lhe o braço, e ela ficou tensa, arregalando os olhos num gesto cauteloso. Joseph lutou contra aquela imagem vulnerável que Demi projetava tão bem.
Você conhecerá meu pai no jantar. Eu disse a ele que nós nos conhecemos através de Selena, em Londres. O que, de certa forma, é verdade. Também falei que foi... um caso impetuoso, e que não planejávamos que você engravidasse tão cedo. Meu pai não esperará que nos comportemos como recém-casados apaixonados; entretanto, certa quantidade de representação é requerida. Ele não sabe sobre a conexão de seu irmão com Selena. Eu não quero aborrecê-lo de nenhuma maneira. Meu pai já sofreu bastante desde o funeral e o derrame.
O peso em sua própria consciência abalou Demi... mas não pelas razões que ele acreditaria.
Essa é a última coisa que eu quero.
Joseph olhou para os braços desnudos de Demi. Passou um dedo ao longo de um deles e uma onda de desejo a percorreu.
Ele franziu o cenho.
Sua pele é tão branca que quase acredito que você nunca esteve nesse tipo de sol antes.
Demi nunca esteve! O que sabia que não se encaixaria na imagem que ele tinha dela... como a irmã de um milionário corrupto e hedonista. Ela afastou-se.
Poupe-me de sua falsa preocupação. Tenho certeza de que você ficaria feliz em me ver com queimadura de segundo grau.
Os olhos de Joseph brilharam por um momento, mas então ele gesticulou para que ela o seguisse para dentro da casa.

Demi foi levada para um quarto suntuoso pela governanta sorridente que Joseph lhe apresentou como esposa de Tommaso, Lúcia. Com a barreira do idioma, Demi apenas sorriu em agradecimento e gesticulou, explicando que ela mesma desfaria sua mala.
O interior da casa era branco e brilhante, com muitos espaços abertos... um contraste com o exterior muito tradicional. Era também surpreendentemente aconchegante. Ela viu uma sala de estar de aparência confortável, com uma grande TV de plasma e prateleiras repletas de livros. Sempre tivera uma crença secreta que poderia se dar bem com alguém que possuísse muitos livros, pois sempre foi uma leitora voraz, mas isso provava o quanto você podia se enganar. Ela também viu uma sala de jantar com uma mesa branca e um vaso com flores vermelhas exóticas no centro.
Seu quarto era branco, e, felizmente, não parecia ser o quarto de Joseph. Era muito feminino. As portas da varanda se abriam para um jardim lindamente gramado, com vasos de flores aqui e ali, criando um ambiente charmoso. O lugar era tão pacífico que suavizou um pouco a alma de Demi.
Uma batida soou à sua porta, e ela a abriu, para ver Joseph parado do outro lado, maravilhoso em uma calça de algodão e camisa branca.
Eu virei buscá-la às 8h para o jantar.
Eu vi onde é a sala de jantar. Posso encontrar...
Nós iremos juntos... como é esperado. Meu pai usa outra parte da mansão, mas, sem dúvida, esperará que nós compartilhemos a cama de casal. Ele se aproximou então, e Demi recuou automaticamente, o coração disparado. E, embora iremos dormir juntos, Demetria, tenho certeza de que você entende que não desejo compartilhar uma cama com você por mais tempo que o necessário.
Demi reprimiu a sensação de pânico que parecia sempre muito perto da superfície.
— Se não se importa, você está bloqueando minha passagem. Com um sorriso zombeteiro, ele deu um passo atrás e Demi teve dificuldade em fechar a porta sem bater.

 ---------------------------------------------------------------------------------------
Alguém, aí quer arrancar minha cabeça? não façam isso , sei que fui uma vaca com vocês , mais tive vários motivos importantes 1° eu  trabalho e estudo e não sei se comentei , mas me ferrei em 2 provas na faculdade tirei  notas abaixo da média e tive que recuperar e já recuperei , 2° me escrevi em 3 cursos não sei porque, e o tempo que tinha eu não tenho mais, 3° voltei a malhar e vou todos os dias depois da faculdade ou seja só  chego em casa meia noite por aí, e por ultimo e mais importante na minha opinião, estou participando dos protestos, vou de cara pintada, levei chuva ontem e estou aqui sem voz, quebrada, cansada mais estou feliz em fazer meu papel de cidadã, e pela primeira vez em minha vida tenho orgulho e bato no peito em dizer que sou brasileira, não sei se concordam mas isso que estamos fazendo hoje vai servir para nossos filhos  e netos no futuro, que fique claro que fazemos PROTESTOS e não BADERNA , sempre tem os que entram para fazer vandalismo, mais que fique claro que  são a minoria, a grande maioria estão na paz.
O GIGANTE ACORDOU!
VERÁS QUE UM FILHO TEU NÃO FOGE À LUTA.
               

24 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. adorei joe mandão demi fofa por favor posta logo

    ResponderExcluir
  3. quero hoje por favor to morrendo curiosidade posta logo

    ResponderExcluir
  4. posta mais 1111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111

    ResponderExcluir
  5. td bem querida entendo perfeitamente....sou totalmente a favor dos protestos até q enfim as palavras se tornam ação.....

    ResponderExcluir
  6. Postaa maiss 1 , porfavorr coraçãoo :D

    ResponderExcluir
  7. posta +++++++++++++++++++

    ResponderExcluir
  8. ok ! POSTA MAIS UM PLEASE

    ResponderExcluir
  9. é isso aí ...apoio total minhas amigas no pedido de mais um...bjs

    ResponderExcluir
  10. otima historia posta logo

    ResponderExcluir
  11. posta maissssssssssssssssssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  12. estou ansiosa pelo encontro de demi e o sogro...tomara q se deem bem.....

    ResponderExcluir
  13. esse joe tá muito frio tá precisando de um pouco de ciumes p derreter kkkkkk.....tá singular sua historia....

    ResponderExcluir
  14. quando as coisas vão pegar fogo....ñ vejo a hora do prox cap....please posta logo guria bjs

    ResponderExcluir
  15. td bem te perdoo por ñ ter postado ontem ....mas posta 2 hj please?quem manda escrever tão bem assim deixa a gente totalmente cativa da sua historia e aí a gente fica pedindo mais o tempo tdo.....ñ canso de ler

    ResponderExcluir
  16. querida entendo o tempo realmente voa ...mas se possivel ñ nos deixe sem seus cap ..

    ResponderExcluir
  17. não vamos arrancar sua cabeça pq precisamos dela p criar essas historias incríveis ...mas ñ abusa kkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir