quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

CAPÍTULO 38 MARATONA


Olho para o relógio quando escuto uma batida na porta. Quem será a essa hora?
Tiro todos os papeis e livros que me cobriam e levanto do sofá. Quando abro a porta vejo Sunny toda produzida na minha frente.
Sunny, o que você está fazendo aqui e porque está vestida assim? Digo apontando para seu vestido tomara que caia verde escuro.
Eu estou aqui, querida irmã, porque hoje é sexta e eu, você, o Wilmer e o Zac vamos sair para nos divertimos. Ela diz e passa por mim, entrando no apartamento como um furacão.
Fecho a porta com uma expressão confusa no rosto.
Quem é Ben? E como assim vamos sair?
Zac é um amigo do Wilmer, e vamos sair saindo, ué. Ela diz sentando no único espacinho do sofá que não está ocupado com o meu material de estudo.
Aquela vadia da Camila, está aí?
Não. Aquela lá vive mais fora do que aqui, graças a Deus.
Ótimo, então vá se arrumar que eu te espero aqui, mas não demore, ok? Temos que encontrar com os meninos daqui quarenta minutos.
Olho para ela como se minha irmã tivesse perdido a sanidade. Do que essa mulher está falando? Eu não posso sair, tenho que estudar para a prova de segunda, esse é o motivo de eu estar aqui solitária nesse apartamento e não nos braços de Joseph.
Sunny, eu não posso sair hoje, não sei se você percebeu, mas eu estou estudando. Digo apontando para os livros ao seu lado.
Sim, eu percebi isso, essa pequena biblioteca no sofá e na mesa me deram uma bela dica disso. Parece que eu vim para te salvar, então.
Salvar do que, sua avoada?
De ter uma sexta completamente solitária e tediosa. De nada, sis.
Ah mas eu não começaria a te agradecer agora, sis.
Pois devia, porque eu não estou simplesmente te salvando do tédio absoluto. Eu estou te levando de encontro a um cara super, mega fofo e gato. Quando eu conheci o Zac pensei em vocês dois juntos na hora, ele é tão a sua cara, sis. Então tomei a liberdade de marcar um encontro de casais para hoje à noite. Agora vá se arrumar.
Sunny, primeiro; Eu não preciso de você me arrumando encontros, eu não quero sair com nenhum cara, ok? E segundo; Eu tenho que estudar, por mais que eu fosse adorar sair com você e o Wilmer, tenho prova na segunda logo no primeiro horário.
Desculpa, mas só o que eu ouvi foi blá, blá, blá, estudar, blá, blá, adorar sair, blá, blá, blá.
Cruzo os braços e a olho de cara feia.
O que foi? Ela pergunta.
Divirtam-se e mande um olá para o Wilmer.
Ainda me dá vontade de rir quando eu lembro a primeira vez que o Wilmer viu Sunny e eu juntas, ela não havia contado que era gêmea. Foi hilário, e ele ainda não sabe que quem o convidou para sair fui eu e não Sunny.
Nada disso, você vai comigo Demetria  Lovato, nem que eu tenha que te arrastar. O Zac vai estar te esperando, você não vai ter coragem de dar um bolo num cara fofo como ele, não é?
Mas eu nem marquei nada com ele, foi você. Acuso-a.
Igual você fez comigo e com o Wilmer. Ela diz com um sorriso diabólico.
Ah, então isso é a sua vingança? Não é justo, eu sabia que você gostava do Wilmer, eu nem conheço esse tal de Ben.
Não é vingança, até poderia ser, mas não é. Eu só quero que você conheça um cara legal e saia para se divertir. Desde que você terminou com o Harry você não saiu com ninguém.
Mas que droga, eu conheço minha irmã muito bem, ela vai continuar insistindo até que eu ceda. Não posso ir a um encontro, eu estou com Joseph. Bem, não estou com ele no sentido de estar mesmo com ele, estamos só transando, mas mesmo assim. Nunca chegamos a conversar sobre exclusividade, e por mais que eu quisesse tocar nesse assunto, eu nunca disse nada. Se ele tem dormido com outras enquanto estamos nesse lance, não quero saber, não sei por que mas isso me deixaria muito puta da cara.
Não dá, Sunny, sério. É melhor você ir antes que se atrase.
Demetria, eu não vou sair desse apartamento sem você comigo. E você sabe que eu estou falando muito sério, vou ficar aqui e não vou deixar você estudar.
Esfrego o rosto e solto um suspiro de frustração. Pior que ela vai fazer exatamente isso que ela disse. Vou ter que ir, não tem jeito.
O que você tem planejado?
Nada demais. Vamos jantar e depois talvez ir beber alguma coisa, dançar um pouco.
Tudo bem, eu vou. Mas eu não estou interessada em ter nada com esse tal de Ben, ouviu? Não me importa o quanto ele é fofo e não sei mais o que. Não estou interessada.
Tudo bem, tudo bem. Entendi.
Certo. Vou me arrumar e você faça o favor de arrumar essa bagunça de livros e papeis, ok?
Ok.
Vou em direção ao banheiro e antes de fechar a porta ouço Sunny gritando:
Vista algo bem quente!
Reviro os olhos e vou tomar um banho super rápido. Quando saio do banheiro com a toalha enrolada no corpo e vou até meu quarto, Sunny está tirando um vestido do armário e colocando em cima da cama.
Não vou poder nem escolher minha roupa?
Já escolhi por você. Você vai ficar muito gata nesse vestido.
Eu estava pensando em usar algo menos...Curto e decotado. Digo olhando para o vestido repousado em cima da cama.
Estamos sem tempo, então vista isso que eu escolhi porque temos que fazer a maquiagem ainda.
Não querendo discutir com minha irmã, já que é inútil mesmo, visto uma calcinha e depois o vestido tomara que caia com lantejoulas prata que eu comprei há algum tempo, mas nunca usei.
Ela pega meu par de sapato peep toe preto e joga para mim, eu os calço.
Sunny me ajuda com a maquiagem e depois faz algo com o meu cabelo, deixando ele cair em ondas por minhas costas.
O Zac vai pirar. Ela diz me observando com um sorriso malicioso nos lábios.
Sunny! O que foi que eu disse?
Agora é tarde demais, vamos. Ela me puxa, pego minha bolsa e saímos.
Olha, aquele ali é o Ben. Ela aponta para uma mesa quando paramos na entrada do restaurante.
Olho na direção que ela indica e logo vejo Wilmer e outro cara sentados numa mesa para quatro, conversando.
Eu disse que ele é um gato. Ela sussurra para mim e me puxa, sem muita escolha eu a sigo.
Assim que paramos do lado da mesa, Wilmer e Zac nos olham. Tenho vontade de rir quando vejo que os dois arregalam os olhos e nos olham com admiração.
Sunny. É só o que o pobre coitado do Wilmer consegue dizer. Zac se levanta e Wilmer imita o amigo.
Ben, deixa eu te apresentar a minha irmã, Demetria. Seu par essa noite. Ela diz com diversão na voz e eu tenho vontade de chuta-la.
Sorrio com vergonha e estendo a mão, para meu alivio percebo que ele também está nervoso.
Demetria, esse é Zac Efron, o amigo do Wilmer do qual eu te falei.
Trocamos um aperto de mãos e algumas palavras tímidas, ele sorri para mim e parece desconfortável.
Sunny tinha razão, Zac é um homem bonito.
Na faixa dos 25 anos, alto, cabelos loiros e olhos cor de mel e um sorriso extremamente fofo.
É muito bom ver você de novo, Demetria. Wilmer me diz com um sorriso simpático, depois que eles puxam nossas cadeiras e nos sentamos.
Muito bom ver você também, Wilmer. Retribuo o sorriso.
O garçom vem até nossa mesa e anota nosso pedido. Conversamos, Sunny e Wilmer mais soltos e despreocupados e Zac e eu ainda muito tímidos, até que nossa comida chega.
Está deliciosa. Esse restaurante é um dos melhores da cidade e me surpreendi quando cheguei aqui. Parece que Wilmer está querendo mesmo impressionar minha irmã.
Apesar de me sentir desconfortável por estar vestida mais para uma balada do que para um restaurante desse tipo, e por causa da proximidade de Zac, consigo aproveitar a deliciosa comida e vou me soltando aos poucos.
As poucas vezes que direcionei meu olhar para Ben, ele estava me observando. Toda vez que eu o pegava me encarando, ele desviava o olhar envergonhado por ter sido pego.

É, parece que será uma longa noite.

Agora sim o bicho vai pegar!!!! 

6 comentários:

  1. vamos ver o joseph com ciúmes kkkkk

    ResponderExcluir
  2. E agora? O que vai acontecer? Posta mais hj!!! Num vou nem conseguir dormir...,

    ResponderExcluir
  3. tem mais que um anônimo acho que tenho que começar a assinar kkk

    ResponderExcluir